Dependente da verdade

Publicado por Equipe de Comunicação, em 11/03/2018

O cigarro é responsável por uma em cada 10 mortes no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde. Contra este mal que escraviza vidas em todas as partes do mundo, a Palavra de Deus também é viva e eficaz.
Nossa missionária Sônia Tomaz teve a grata surpresa de receber das mãos de uma senhora vários pacotes de cigarro. A mulher estava decidida a assumir um compromisso verdadeiro com Jesus e foi movida pelo Espírito Santo a abandonar o fumo, além de outras práticas que não agradavam ao Senhor.
A missionária conta que Dominique a procurou para dizer que um milagre aconteceu em sua vida e não sente mais o desejo de fumar. Ela chegou à Igreja Batista de Morlaix, na região da Bretanha, há mais de um ano e era muito viciada no cigarro. Mal terminava o culto e ela já estava do lado de fora fumando. Nossos missionários oraram sem cessar para que ela abandonasse este vício. E finalmente Dominique decidiu entregar os pacotes de cigarro que ainda tinha em casa.
Aposentada, Dominique é considerada por todos os amigos como uma pessoa muito culta. Ela trabalhou no Museu d.Orsay, em Paris, como tradutora. Estudou vários idiomas, inclusive o português, na Universidade de Sorbonne, uma das mais conceituadas do mundo, que também fica na capital francesa.
A caminhada de Dominique com Cristo começou quando ela soube da presença de nossos missionários na igreja em Morlaix. 
Ela decidiu participar de estudos bíblicos e reuniões de oração na casa de Gerson e Sônia Tomaz. Logo após largar o vício, Dominique manifestou o desejo de ser batizada.
Cada conversão que ocorre na França é uma grande conquista. Por toda sua história ligada ao Iluminismo e cercada de grandes filósofos, a França é considerada como um país que valoriza a razão e sua visão de Deus é completamente religiosa, ou seja, ir à igreja é apenas um hábito, assim como se fosse um clube, uma forma de socialização. Dominique poderia continuar como a maioria, vivendo o intenso secularismo europeu e acreditando que Deus não passa de uma lenda. Mas porque há pessoas que ofertam e oram por nossos missionários, esta aposentada pôde finalmente ter um encontro com a verdade que liberta.

Marcia Pinheiro - Jornalista